EDITORIAL

SIMINERAL
15 ANOS


A 31ª edição do Simineral ON abre as comemorações pelos 15 anos do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral), que acontece em janeiro do ano que vem. Uma entidade que nasceu para representar um dos mais fortes setores econômicos do Brasil e o maior do Pará: a mineração. De 2007 até hoje, procuramos entender e acompanhar as transformações do mundo. Com especial zelo pelas comunidades, onde as operações minerais são implementadas, e pela sustentabilidade, a fim de que o setor cumprisse as melhores práticas recomendadas, o Simineral chega a este marco com os olhos e a cabeça no futuro.

Por esses motivos, o mote da nossa campanha de 15 anos será: “Construindo conexões e transformando histórias”. Em tempos de redes sociais e seguidores aos milhares, pode até parecer fácil fazer ou criar conexões, mas sabemos que isso não é bem assim. Afinal, solidificar relações não é tarefa fácil. Exige esforço, cessões, maturidade e compromisso. Nos últimos 15 anos, o Simineral fez o dever de casa e não “criou” suas relações da noite para o dia, mas as construiu em bases sólidas, o que o permitiu à entidade disseminar para o mundo a boa cultura mineral.



Anderson Baranov,
Presidente do Simineral

SIMINERAL 15 ANOS

SINDICATO
TERÁ CALENDÁRIO
ESPECIAL


Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral) vai completar 15 anos no próximo dia 15 de janeiro de 2022. Para celebrar essa data, o Sindicato prepara uma série de ações que vão movimentar o calendário nos próximos meses, é o que adianta a diretora executiva do Simineral, Poliana Bentes.

“O trabalho começou com a criação da campanha, da marca e do conceito que vai nos guiar nesses 15 anos do Sindicato, ao lado da nossa agência de comunicação, a EKO. Agora, estamos na fase de execução dos projetos e das ações do Sindicato para celebrar este marco que é muito importante para nós. Vem coisa muito boa por aí: o Prêmio Simineral de Comunicação, por exemplo, está confirmado! E vamos anunciar nos próximos meses outras ações”, garante Poliana.



Poliana Bentes,
Diretora Executiva

INSTITUCIONAL

SIMINERAL EM
ATIVIDADE

UFPA - SIMINERAL

O Reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Emmanuel Tourinho, e o presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral), Anderson Baranov, assinaram, na reitoria da Universidade, um acordo de cooperação técnica entre a UFPA e o Simineral. O convênio tem o objetivo de estabelecer linhas básicas para integração acadêmica e técnica entre as entidades, a fim de constituir um processo de cooperação que permita ações conjuntas voltadas ao fortalecimento institucional dos convenentes e consoantes com os grandes objetivos e ações estratégicas do Governo Federal, objetivando criar “mecanismos concretos que possibilitem consolidar o processo de desenvolvimento do estado do Pará, com reflexos na melhoria da qualidade de vida das populações amazônicas”, diz o documento.


COOPERAÇÃO TÉCNICA

O Simineral participou, no último dia 20 de setembro, do evento que marcou a Assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre a Agência Nacional de Mineração (ANM) e o Governo do Pará, para monitoramento e fiscalização da atividade mineral no Estado. O objetivo da parceria é a prestação mútua de assistência e a implementação de ações conjuntas para auxiliar na fiscalização do aproveitamento mineral, da exploração de recursos e na fiscalização da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) em território paraense.


JOIAS DE NAZARE

EXPOSIÇÃO É
DESTAQUE NO ESPAÇO
SÃO JOSÉ LIBERTO

VALE

CELEBRAR A CULTURA
É A NOSSA ESPERANÇA



Este ano, ainda em função da pandemia de Covid-19, a 229ª edição do Círio de Nazaré, a maior manifestação cultural do Pará e uma das maiores do mundo, terá programação reduzida e adaptada ao ambiente online. A Vale e o Instituto Cultural Vale vêm nos lembrar que ‘celebrar a cultura é a nossa esperança’, mote que marca a nossa campanha institucional em homenagem à festividade. A mineradora e o Instituto são patrocinadores oficiais do Círio há 19 anos.
O filme institucional “A Nossa Esperança”, produzido para o Círio 2021, fala sobre o poder da cultura paraense e sobre como ela nos deu - e continua dando – esperança para os dias melhores que, com o fim da pandemia, virão. A campanha traz personagens reais do dia a dia do Círio para ilustrar as peças, como a artesã Cleidiane Gomes, que trabalha desde os 9 anos de idade com artesanato de miriti e mora no município de Abaetetuba, berço desta tradição no nordeste paraense.
A trilha sonora original foi elaborada agregando elementos da cultura popular paraense a instrumentos eruditos, como o piano e o violino. Composta por Marcos Ribeiro, que também assina a execução no piano, a trilha sonora do filme foi produzida, mixada e masterizada por Breno Vazzoler.
Com direção fotográfica de Thiago Pelaes, premiado internacionalmente pelo documentário “O Reflexo do Lago”, o filme do Círio 2021 valoriza a essência do que a maior festa dos paraenses tem de melhor: o seu povo, a sua cultura.

EM MARABÁ

SINOBRAS
PATROCINA
CÍRIO

Há 41 anos, Marabá festeja uma das maiores expressões religiosa e cultural da região Norte do Brasil: o Círio de Nazaré. Pelo segundo ano consecutivo, o Círio, que acontecerá no dia 17 de outubro, terá um formato diferente, com transmissão on-line, em decorrência da Pandemia da Covid-19. A SINOBRAS, primeira siderúrgica integrada das regiões Norte e Nordeste, contribui com a realização do Círio de Nazaré de Marabá desde 2011.   


Ian Correa, vice-presidente de operações do Grupo Aço Cearense, do qual a SINOBRAS faz parte, destaca: “Sabemos que as manifestações religiosas são importantes para a comunidade paraense, e consequentemente para a manutenção da história do nosso país. A Fé em Deus é dos valores do Grupo Aço Cearense e somos muito honrados em patrocinar o Círio de Nazaré em Marabá, que gera valores essenciais para a sociedade e para a população do município”.


Segundo o padre Peterson Maria, da diretoria do Círio de Marabá, “contar com o patrocínio da SINOBRAS é de grande valia pois assim podemos colocar em prática as ações do nosso Círio e apresentar a devoção dos fiéis do nosso município. O Círio costuma atrair mais de 200 mil pessoas para as ruas de Marabá, mas este ano, assim como foi ano passado, teremos uma carreata e transmissão on-line. Toda a organização e divulgação nos demanda custos extras que são sanados com os patrocínios que recebemos”.

FÓRUM INTERNACIONAL

PARÁ APRESENTA
ESTRATÉGIA DE
BIOECONOMIA

Mauro O’de Almeida,

Secretario de Meio Ambiente
e Sustentabilidade

OUÇA O PODCAST

O Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Governo do Pará, Mauro O'de Almeida falou ao podcast do Simineral ON sobre os detalhes da Estratégia de Bioeconomia do Pará que será apresentada entre os dias 18, 19 e 20 de outubro, durante o Fórum Mundial de Bioeconomia, que acontece, pela primeira vez, em Belém. Na entrevista, o Secretário destacou as potencialidades do estado para desenvolver essa agenda e falou sobre os prazos para a Estratégia se tornar uma realidade.

SISTEMAS AGROFLORESTAIS

NOVA FORMA
DE PRODUZIR
EM JURUTI

Famílias de comunidades de Juruti, no oeste do Pará, estão experimentando o método dos Sistemas Agroflorestais (SAFs) e produzindo de forma sustentável na região. A iniciativa é executada pelo instituto de pesquisa WRI Brasil em parceria com a Alcoa Foundation. O método evita a queima da floresta e permite a conservação do solo, com o cultivo de espécies arbóreas, frutíferas, madeireiras e ainda a produção de animais.

O projeto apoiou a implantação de 23 unidades demonstrativas de SAFs, um por família, totalizando uma área de 10 hectares distribuídos nas comunidades Santa Maria do Curumucuri e Mamuru. Com apoio da Alcoa Foundation, o projeto está sendo fortalecido junto às comunidades, combatendo as mudanças climáticas, enfatizando, também, a importância da liderança feminina no espaço rural.

Através dos SAFs, é possível diversificar as espécies plantadas, saindo da predominância da agricultura da mandioca, para incluir árvores com usos múltiplos e alimentos saudáveis no menu do produtor. Além de recuperar áreas degradadas e abandonar a prática da queima, melhorando a qualidade e diversidade de bens produzidos, contribuindo para um novo modelo de uso da terra. Em Juruti, desenhos de modelos agroflorestais estão sendo utilizados como base junto aos produtores com três diferentes focos: mandioca, frutas e gado. As espécies nativas também são utilizadas na composição do modelo, como paricá, cumaru, taperebá, pau-rosa e outras.

PREVENÇÃO NA HYDRO

CAMPANHA INTEGRADA
DIVULGA PREVENÇÃO
SOBRE CÂNCER

Proporcionar conhecimento sobre o câncer de mama e o câncer de próstata para estimular uma postura preventiva dos empregados da Hydro e da Albras em relação às duas doenças. Esse é objetivo da campanha integrada Outubro Rosa e Novembro Azul nas unidades da Companhia, no Pará, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Com o mote “#UnidosNaPrevenção”, as ações visam orientar hábitos saudáveis e simples no dia a dia que podem contribuir para a qualidade de vida do público feminino e masculino.

As peças, produtos e conteúdos desenvolvidos para a campanha têm a mesma identidade visual, valorizando a unificação dos temas, e ficarão expostos por dois meses para ampliar a sua repercussão. Uma das iniciativas é a “Medicina na Área”, uma ação presencial das equipes de saúde das unidades, em que será entregue um folder com orientações sobre o câncer de mama e o câncer de próstata, além da oferta de serviços do setor e reforço dos programas de qualidade de vida disponibilizados pela Companhia. E também serão realizadas duas lives temáticas sobre Outubro Rosa e Novembro Azul, que poderão ser acessadas por todos os empregados, próprios e contratados.

Para Hydro e Albras, é fundamental a disseminação de informações sobre o câncer de próstata e câncer de mama, focando nas medidas preventivas baseadas no princípio do cuidado ativo genuíno. Com esta campanha integrada, visam orientar as pessoas que trabalham nas unidades a acessarem o serviço de saúde para realização de exames periódicos e de rotina.